O que fazer quando encontra as hordas de turistas em Dubrovnik?

25 Jul. 16
O que fazer quando encontra as hordas de turistas em Dubrovnik?

As dicas preciosas nos momentos de tumulto na cidade.

pun5

Como a maioria já sabe, esta semana saiu uma entrevista minha na revista Viagem e Turismo, que é uma das maiores no Brasil. O link está aqui. A jornalista e blogueira Adrianna Setti visitou a Croácia em junho e este mês a revista tem a capa da Croácia. Senti-me muito orgulhosa quando a vi.:) Sem saber que a Adriana vai contactar-me logo depois com o pedido de fazer uma entrevista comigo, principalmente porque durante a visita à nossa cidade ficou muito "assustada" com a quantidade de turistas. Por isso, achou que seria legal ter dicas locais para não entrar em roubada e fez o artigo „As melhores dicas de Dubrovnik (por uma local que fala português!)“. Para mim foi uma honra como se trata de uma revista tão grande , mas também uma ótima oportunidade para esclarecer esse tumulto que sempre vêem nas fotos. E justamente esse dia tirei umas das piores fotos com a porta Pile literalmente parada, sem possibilidade de entrar ou sair da cidade. E como fáz tempo que estou preparando este post para vocês, a entrevista foi uma ótima introdução… Sem dizer que causou muito orgulho dos meus pais, marido, todos os meus amigos e até da minha professora da faculdade a qual tenho que agradecer por toda a paixão que transmitiu pela língua e literatura portuguesa.:)

Paint intervju

Primeiro tenho que esclarecer que se trata só de alguns dias no mês, só na alta temporada e só de manhã quando tem os cruzeiros na cidade. Dubrovnik sempre está na rota de muitos cruzeiros que navegam pelo Mediterrâneo. Por ano recebemos mais de 600 e por dia no pico da temporada sabemos ter até 7-8 no mesmo dia com mais de 10000 pessoas. Como a maioria deles vem só de manhã e fica poucas horas, a cidade fica invadida por hordas de turistas que fazem as portas intransitáveis.

kruzeri

pun1

Se se encontrarem na cidade em um momento tão cheio, sigam estas dicas e tudo vai correr tranquilo.

1) Informem-se sobre a melhor época de visitar a Croácia – conforme seus interesses.
Eu fiz um post que fala quando é bom estar aqui dependendo se gostam mais de praias, calor ou plena tranquilidade e o óbvio é que as hordas vão evitar se vêm fora do verão. Assim provavelmente vão perder esse calorzinho bom para curtir nossas praias, mas pelo menos vão adorar a cidade só para vocês.

image11 

2) Deixem quanto mais tempo para a visita da cidade

DSCN2932 3

Para não ter uma corrida pela cidade quando, por falta de tempo, tem que fazer tudo na hora cheia, sempre é bom deixar 2-3 dias para explorar a cidade tranquilamente. E só explorando-a tranquilamente, descobre-se a verdadeira beleza dela.

3) Usem a terceira porta - Buža
Poucos turistas sabem ela existe, porque desde sempre tínhamos só duas portas antigas, aquelas com a pontes levadiças – Pile e Ploče. Mas depois da queda da República de Dubrovnik, os Austríacos fizeram mais uma porta para facilitar a entrada na cidade, no norte das muralhas. Ela sim tem numerosos degraus para descer, mas vão ver que não tem nada que ver com a porta Pile lotada.

mapa
4) Façam a visita à tarde

Deixem tudo na cidade para a tarde, é quando os passageiros de cruzeiro jã vão embora e deixam a cidade mais vazia. Então, o quê fazer de manhã? Vários lugares no arredor! Podem ir as praias (já sabem qual é a melhor ;)) ou de caiaque, visitem as ilhas como Lokrum, Ilhas Elafiti ou Mljet, ou povoados Cavtat e Trsteno, provem os melhores mariscos e vinhos em Ston e Pelješac – quando voltam, ainda tem tempo para aproveitar na cidade.

punbanje

punbetina

5) Evitem os pontos turísticos na hora da chegada dos cruzeiros

Façam ao contrário – em vez de começar com a rua principal, a Igreja de São Brás, o Convento Franciscano e o Palácio do Reitor, porquê não deixar isso para o fim? Passem primeiro pelas ruelas que mostram a vida cotidiana da cidade e os museus menos frequentados mas igualmente interessantes como o Convento Dominicano, o Museu Marítimo, o Museu Etnográfico e a Casa do Marin Držić (nosso maior escritor).
Pensem também em deixar o teleférico para depois, é onde se forma a primeira fila que vão pegar.
Mais dicas se visitam a cidade de cruzeiro têm em este link.

DSCN4278 2
6) Subam para as muralhas
Sei que as muralhas podem ser cansativas com a caminhada de 2 km e o calor do verão, mas pelo menos só vão olhar para a multidão, não vão estar dentro dela (tanto como eu quando tirei as últimas fotos :P).

pun4

pungrad1

7) Fiquem em Buža bares

Lá está sempre tranquilo, como se estivessem em um outro planeta… E sobre a beleza natural do lugar, não preciso falar mais.

punbuza
8) Para o fim, pesquisem os lugares bem locais
Nenhum croata vai a um lugar cheio, certo?:) Então, informem-se quais são os lugares que nós frequentamos, alguns já são mencionados na entrevista no começo.

E não desistem! A nossa cidade é linda de morrer e nós locais estamos aqui para ensinar vocês a vê-la com os olhos dos croatas. E nós… nós simplesmente a adoramos! <3

comment 1
  • adriana
    posted by adriana
    Jul. 26 17 : 12:05:42

    Oi Natasa!! adorei o seu site! Estou indo pra Croaciacom uma amiga em setembro e gostaria de perguntar algumas coisas pra vc. Ficaremos no Angelus apt, perto da porta pile. Vc considera um bom lugar? gostariámos de fazer um passeio de barco pelas ilhas próximas de dubrovnik...qual agência ou companhia vc recomenda? Vc tem disponibilidade de fazer um tour com a gente? o que sugere? Obrigada!

    Report
Deixe o comentário:
 All works